Como é o ano letivo no Japão?

O ano letivo no Japão é constituído por 6 anos do ensino elementar (shougakkou) e 3 anos do ginásio (chuugakkou), basicamente, seria o equivalente a um ensino fundamental primário e o ensino fundamental secundário.

Depois desse período, torna-se não mais obrigatório o estudo, geralmente com 15/16 anos. Mas, para os que optarem continuar os estudos, na sequência ingressam no High School (koukou) por 3 anos, que seria o equivalente ao ensino médio.

A partir daí, o estudante passa a optar pela carreira que deseja seguir; portanto, o Koukou é praticamente um preparatório para seus próximos passos. A partir de então, iniciam-se os cursos profissionalizantes/técnico com duração de 2 anos ou cursos de graduação em universidades, com duração de 4 a 6 anos, dependendo do curso.

O ano letivo japonês inicia em abril e finaliza em março, sendo que as atividades escolares são divididas em 3 períodos, que por sinal, são marcadas pelas 3 férias escolares.

Acontecem anualmente em:
– Fim de março ao início de abril (geralmente com duração de 2 semanas);
– Fim de julho até o final de agosto (geralmente com duração de 40 dias);
– Fim de dezembro ao início de janeiro (geralmente com duração de 2 semanas).

São popularmente conhecidas como: Férias de Primavera, Verão e Inverno respectivamente.

As aulas ocorrem durante 5 a 6 dias da semana, geralmente entre 8h30 as 15h30, e aos sábados até 12h.

As classes do ensino primário podem chegar a ter 40 alunos, mas são formados pequenos grupos para realização das tarefas diárias da sala de aula, tais como as limpezas da sala, banheiros da escola, corredores e até mesmo servir o almoço dos coleguinhas de classe. O propósito de essas tarefas serem distribuídas pelos alunos, visa demonstrar na prática a importância da cooperação, respeito e de conviver em grupo desde cedo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *