A lenda das flores de cerejeira. 「桜」Sakura 🌸

A Lenda das flores de cerejeira: Verdadeira história de amor

Há centenas de anos, o Japão foi o palco da lenda das flores de cerejeira. Naquela época, os Daimyo feudais travavam batalhas terríveis, acarretando a morte de muitos samurais e levando o país inteiro a ser envolto pela tristeza e pela devastação. Existiam apenas alguns momentos de paz para então acontecerem novas guerras, uma após a outra.

Enquanto isso, havia uma bela floresta onde a guerra não tinha chegado. Avistavam-se muitas árvores que exalavam um perfume delicado e curavam as pessoas sofredoras que viviam no Japão antigo. Não importava quantas guerras acontecessem, não havia batalha que manchasse com sangue aquela bela floresta.

No entanto, destacava-se em meio à floresta uma árvore que, embora fosse cheia de vitalidade, tinha os seus galhos nunca floridos. Como resultado, a árvore parecia que estava morta, com seus galhos longos e secos. Mas não estava. Era somente como se não estivesse destinada a florescer.

Perfume mágico

A árvore estava muito solitária. Os animais que ali viviam não se aproximavam por medo de serem amaldiçoados por espíritos malignos aterrorizantes. Pelo mesmo motivo, nenhuma grama crescia ao seu redor. Existia apenas solidão. Foi quando uma fada tocou o coração desta árvore de aparência envelhecida, embora ainda fosse jovem, que se deu origem à lenda das flores de cerejeira.

Certa noite, ao avistar a solitária árvore, a fada decidiu utilizar o seu poder das palavras mágicas — que durariam por 20 anos — com o intuito de ajudá-la, dizendo-lhe, de modo gentil, o quanto esta estava a brilhar lindamente. A árvore parecia que estava começando a sentir o que o coração humano sente.

A fada lhe disse: “Se você se sentir feliz assim, poderá, quem sabe, fazer as flores desabrocharem. Graças a essa magia, você pode se transformar em um humano ou em uma árvore a qualquer momento. No entanto, após 20 anos, sua vibração e brilho não poderão ser recuperados, e então morrerá logo depois.”

O encontro com a Sakura

Como disse a fada, a árvore poderia se transformar em um ser humano e retornar à sua forma inicial quando desejasse. Assim, a última experimentou essa metamorfose por um tempo para ver se as emoções humanas ajudavam a fazer as flores desabrocharem. Entretanto, no início ficou apenas desapontada. Até onde seus olhos podiam ver, só existia guerra e ódio. Depois disso, a árvore decidiu voltar à sua forma original.

Com o passar dos anos, nada mudou. Não importava o que fizesse, a árvore não conseguia encontrar uma maneira de sair daquele estado miserável.

No entanto, numa tarde, decidiu se transformar em um ser humano. Enquanto caminhava ao longo do riacho claro, avistou uma bela jovem. O nome dela era Sakura. Atraída por sua beleza, a árvore decidiu se aproximar, e a Sakura foi muito bondosa com a mesma.

Em troca dessa gentileza, a árvore ajudou-a a carregar a água para a sua casa. A conversa foi muito divertida, sobre as tristezas e sonhos das guerras que estavam acontecendo em vários lugares.

Lenda das flores de cerejeira: o amor é um milagre

Quando Sakura perguntou o nome da árvore, ela lhe respondeu: Sehiro. Os dois se tornaram bons amigos. Se encontravam regularmente para conversar, cantar, ler poesias e grandes histórias. Quanto mais a árvore sabia sobre Sakura, mais queria estar com ela. Passava contando os dias até o próximo encontro. Por fim, Sehiro não aguenta e decide confessar seu amor por Sakura.

Ele também revelou sua verdadeira identidade. Em outras palavras, disse que é uma árvore que morrerá em breve porque não pode florescer. Sakura ficou chocada e permaneceu  em silêncio por um tempo. Após o ocorrido, seguiram com a rotina de encontros e encantos, mas os temidos 20 anos foram completos e Sehiro foi obrigado a se despedir. Longe de sua amada e em sua forma original, voltou a ver os seus dias longos e tristes.

Um dia, quando Sehiro menos esperava, Sakura apareceu e o abraçou, dizendo que seus sentimentos eram iguais aos seus e que não desejava vê-lo morrer. Naquele momento, a fada apareceu e perguntou à Sakura: “Você quer que Sehiro seja humano ou que você, Sakura, se torne árvore também e faça parte de Sehiro?”.

Sakura olhou à sua volta e se lembrou da guerra, escolhendo, assim, se juntar a Sehiro como uma árvore. Então, um milagre acontece: ao se tornarem um só, a escassa árvore pôde finalmente florescer. Desde então, o amor dos dois se espalha por todo o Japão. A lenda das flores de cerejeira nos conta o quão maravilhoso é poder ter alguém especial em nossas vidas. 🌸

Referência: Texto traduzido do japonês para português:
https://kokoronotanken.jp/sakurano-densetsu-shinjitsuno-aino-monogatari/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *